Mountain Bike BH

Review – Freios Shimano SLX M675

Fala galera! Me chamo Guilherme Figueiredo, sou associado do fórum MTB BH desde 2008 quando comecei a fazer trilhas de bike. Minha história com a bike se mistura com minha história de vida pois nunca deixei a magrela de lado. A partir desse post vou começar a colocar algum conteúdo aqui no Blog para vocês. Atualmente pratico MTB nas modalidades de Enduro e All Mountain, ou seja, procuro diversão nas trilhas! Fiquem a vontade para comentar.

Esse review foi publicado no fórum Mountainbike BH no dia 29/04/2013 em resposta a um tópico sobre como melhorar os freios da minha bike. Você encontra a discussão na íntegra aqui.

 

Freios Shimano SLX M675 com Rotores

Freios testados: Shimano SLX M675

Rotores testados: Shimano XT RT86 180mm
Bike em que os freios foram montados: Turner Flux
Preço dos freios: $153,20 – No Brasil seria: ~R$899,00
Preço dos rotores: $100,90 – No Brasil seria: ~R$ 358,00

Freios que já usei: V-brake Alívio, Deore BR-M495 (cabo), Deore M455 (hidráulico), Hayes Stroker Carbon, Avid Juicy Ultimate Carbon

O motivo da compra desses freios foi exatamente a necessidade de maior poder de frenagem, uma vez que os meus antigos - Avid Juicy Ultimate Carbon - já estavam pedindo manutenção e não tinham a potência que eu gostaria para minha bike. Pois bem, fui à procura de freios melhores e abri um tópico no fórum do MTB BH (citado acima). Durante minha busca achei na internet esse post do Bike Radar com o ranking dos freios testados e os critérios utilizados. Dentre os freios testados que me pareceu com o melhor custo benefício foi o SLX M666, hoje comercializado como SLX M675. Uma breve lida no review dos caras me animou (“Great control and rock solid reliability at a remarkably affordable price”). Decidi comprá-los!!

Como segurança decidi também aumentar o diâmetro dos meus rotores 160 para 180mm, fazendo isso eu não irei precisar de freios novos tão cedo por mais que eu melhore outras peças da minha bike que me façam ganhar velocidade em descidas. A escolha dos rotores foi menos criteriosa, seriam Shimano – pra não fazer salada na minha bike – melhor que fossem também Ice Tech, teriam que ser 6 furos por causa dos meus cubos, optei pelos XT RT86.

A compra só não foi mais feliz pois logo ao abrir a caixa pensei que os freios tinham vindo errado. As pastilhas que apareciam nas fotos, com aletas para dissipação do calor (ice tech), não vinham com os freios. Pensei que tinha sido enganado, mas é isso mesmo. Apesar de mostrar pastilhas aletadas nas fotos de todos os sites que vendem esses freios, elas não vem inclusas. Paciência, comprarei em outra oportunidade. A shimano perdeu um ponto. Na montagem tivemos que fazer uma pequena gambiarra, pois os parafusos que vieram com os freios não eram projetados para os discos grandes e eu não consegui achar os adaptadores corretos. Um parafuso maior, alguns espaçadores e lá estavam os discôes montados, prometendo parar até na vertical!

O teste:

Decidi testá-los numa trilha bastante conhecida, para não perder o padrão de comparação. Fui para o Retiro das Pedras (arredores de BH) e comecei o ride for fun. Mantive a calma até os freios casarem – rotores, pastilhas. A primeira frenagem forte foi no plano, devagar. Primeiro a traseira, a roda travou muito rápido. Segundo a dianteira, um bob repentino em baixa velocidade, ótimo! Hora de testar a modulação, descida um pouco mais longa, porém pouco inclinada. Resultado satisfatório, mas travava as rodas com muita facilidade, e eu teria que prestar atenção nesse ponto. Últimos testes, duas descidas longas e rápidas, foi aí que eles mostraram o que o bike radar apontou no ranking. Modulação boa em alta velocidade, parada impressionante! Simplesmente param muito rápido! Meus dentes agradecem!

Importante destacar aqui que a segurança que um freio bom traz durante uma trilha é o principal motivo para utilizá-los em bikes de alta performance. Com eles você se sente mais seguro para descer, curvar, saltar e sua trilha passa a ser muito mais divertida, e aí vem a questão do custo x benefício. Para quem não compete, o SLX M675 é a melhor pedida!

Resumo:

- Potência: excelente;
- Modulação: boa;
- Custo x benefício: excelente;
- Prós: muita potência, param muito rápido, excelente custo benefício. Trazem segurança e agilidade.
- Contras: não vem com as pastilhas Ice Tech, as fotos de divulgação enganam o comprador. Não tem regulagem de altura dos pistões, necessário fazer nova sangria caso a altura da manete/modulação não te agrade.

No dia 17/06/2013, coloquei finalmente os freios à prova. Fui fazer Copo d’água (trilha nos arredores de BH – ao lado do Retiro das Pedras), com muitas descidas longas, e resolvi falar um pouco mais:

O que me irritou no começo continua irritando agora, conforme minhas pastilhas vão se desgastando. Pelo freio não possuir regulagem de altura de pastilhas, você acaba tendo que fazer a “regulagem” modificando a altura da manete. Ou seja, conforme os freios vão ficando mais baixos, você tem que aumentar a distância da manete para o punho pra não ficar muito perto, e quando a regulagem chega ao máximo, acabou, o freio fica com a manete extremamente longe. No meu caso, estou gastando mais as pastilhas traseiras e a diferença de distância entre as duas manetes também me incomoda por não poder regular as duas iguais. Para quem tem costume de usar manetes mais longe do punho isso pode ser muito irritante.

O ponto positivo do freio continua sendo o poder de frenagem e ele ganhou mais um ponto pelo mantenimento do poder de frenagem quando os freios esquentam muito. Ou seja, a tecnologia Ice Tech realmente funciona. Se colocássemos os freios a disco que tive anteriormente na mesma situação, eles exigiriam que você fosse colocando mais força nas manetes ao longo da descida e além disso elas iam adquirindo mais curso. Quando o freio já tava meia boca exigia até umas bombadas a mais. Como meu freio não tem as pastilhas com dissipadores de calor, acho que isso ainda pode melhorar com elas, mas estas serão cenas dos próximos capítulos.

Veredito final: **** (quatro estrelas). Perdeu uma pela falta de regulagem.

Fico por aqui! Até a próxima!

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Guilherme Figueiredo

» voltar

4 Comentários

    Guiherme, obrigado por compartilhar sua experiência. Muito bom o review.

    Abraço!

    • Obrigado! ;)

    Engraçado… Comprei esses freios hoje e vieram com as pastilhas ice tech. Como uso as manetes muito próximas do punho, nada posso dizer sobre a questão levantada do desgaste.

  • Estou a procura desses freios e no site do chainreaction.com e lá tem a opção de com ou sem as pastilhas ice tech para vender…

Deixe seu comentário