Mountain Bike BH

O que anda girando por aí ...

Conheça os grupos de ciclistas de BH

Uma boa maneira de começar a pedalar com segurança é escolher um dos vários grupos que promovem passeios urbanos e trilhas de Belo Horizonte. O MTB-BH tem um passeio urbano, o RUTs,  e em nosso fórum de discussão também são marcados trilhas, treinos…

Veja abaixo mais opções.

foto: Estado de Minas

 

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

Camisas do RUTs – encomende a sua!

ATENÇÃO! PEDIDOS ENCERRADOS.

 

 

O RUTs – Rolé Urbano das Terças completou 6 anos em Fevereiro de 2014! Tido como um dos pedais mais democráticos e descontraídos de Belo Horizonte, reúne semanalmente ciclistas dispostos a conhecer a cidade sobre duas rodas, fazendo amizades que seguem para outros dias da semana e outras atividades. Os roteiros variam muito e normalmente atendem a todo tipo de ciclista. Em 2009, comemorando um ano de criação do passeio, foi feita uma camisa para o grupo:

RUTS MTBBH

A camisa não é obrigatória para participar dos passeios, basta chegar com a bicicleta em bom estado e conhecer as regras do rolé. Muita gente sempre pergunta pelas camisas, como comprar… e chegou o momento de fazer nova fornada.

Será feito um lote pré-pago, ou seja, só receberá a camisa quem tiver o pagamento confirmado. Quando houver 20 pedidos confirmados, o lote será enviado para confecção. Após esta encomenda, a entrega deve ser feita em aproximadamente 30 dias, conforme demanda da confecção.

 

Como adquirir a minha camisa?

ATENÇÃO! PEDIDOS ENCERRADOS. 

  • Preencha o formulário abaixo e envie o comprovante de depósito para viniciusmundimz@gmail.com, com o assunto “Camisa do RUTs”
  • Se não conseguir visualizar o formulário, clique aqui
  • Valores válidos para pagamento até o dia 30/06/14.
  • Para associados do MTB-BH
    • Manga Curta: R$ 60
    • Manga Longa: R$ 65
  • Para não-associados do MTB-BH, o valor contemplará a associação até 30/06/14. Veja convênios e benefícios para associados.
    • Manga Curta: R$ 75
    • Manga Longa: R$ 80

O depósito/transferência deve ser feito para a conta da Associação Mountain Bike BH de Ciclismo

BANCO DO BRASIL
Agência: 3610-2
Conta Corrente: 4.000-2
CNPJ 09.222.540/0001-94
Dados para transação online (recomendamos acrescentar centavos para fácil identificação do depósito Ex. R$65,03)

 

Características do Material

 Sem elásticos nas mangas, bolsos e barra inferior.

Tecido: True Life Dry®

Especificações: 100% poliéster construído com multifilamentos e projetado para garantir alta absorção de suor,
permitindo rápido transporte de umidade mantendo temperatura estável e o corpo seco. Possui proteção contra os raios UV e tratamento antimicrobiano;

Impressão: Sublimação. Saiba mais  

 

 

 

 

 
facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

Perfil do RUTeiro e sugestões de melhoria para o RUTs

Desde 2008, o RUTs – Rolé Urbano das Terças, acontece semanalmente em Belo Horizonte. O passeio é conduzido por voluntários, e mesmo quando não há marcação prévia no fórum do Mountain Bike BH, o RUTs acontece normalmente.
Muita gente já pedalou por ali, com edições que tiveram mais de 150 pessoas. Quando começamos era uma alegria o dia em que se chegava a 30-40 ciclistas. A média já subiu, já baixou e atualmente está na casa dos 60-70 ciclistas por semana, sempre em roteiros bem variados, seja na distância, relevo e nos locais em que passamos e conhecemos Belo Horizonte sob (e por que não, sobre) outros ângulos.

Queremos saber como você vê o RUTs, suas evoluções, seus defeitos e qualidades? Responda a pesquisa e contribua para um passeio melhor.

Clique na imagem para responder.

Mirante do Magabeiras – Foto: Vinícius Túlio

 

Para saber mais sobre como funciona o RUTs, clique aqui.

Um vídeo de janeiro de 2012, feito pelo Thiago Tiganá:

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

28/09 – Tweed Ride de Primavera

Em comemoração à chegada da primavera, e para celebrar o Dia Mundial Sem Carro, acontecerá, no dia 28 de setembro de 2013, a segunda edição do Tweed Ride BH.

Às 13 horas, terá início o piquenique no Museu Mineiro e, às 16 horas, haverá o passeio ciclístico pela cidade de Belo Horizonte, partindo do museu.

Veja mais informações clicando na imagem abaixo.

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

Copa MTB-BH – 3a Etapa: 06/10 – XCE (Cross Country Eliminator)

Desde 2007, o Mountain Bike BH realiza uma grande ação entre amigos, disfarçada de competição: a Copa MTB-BH. Depois de passar em branco em 2012, os pegas voltam em 2013, com 3 etapas agendadas.

“Mas eu sou rôia! Não tem como entrar numa prova assim”. Ledo engano.  Para quem está começando ou quer simplesmente oficializar aquelas brincadeiras com amigos, há 3 categorias masculinas por idade e uma categoria aberta para as mulheres. Haverá ainda a 1a etapa da Copinha, voltada para crianças. Para quem é aficcionado por treinos e participa regularmente de competições durante o ano, existe a categoria Expert (masculina e feminina).

A copa é aberta para associados do MTB-BH, reúne famílias e amigos  em fins de semana bem animados.

  • Etapas

A primeira etapa aconteceu em junho,  na modalidade TimeTrial. Veja os resultados e a resenha.

A segunda aconteceu em Agosto, na modalidade XCO (Cross Country)Veja os resultados e a resenha.

A terceira etapa será na modalidade  XCE  (Cross Country Eliminator), onde haverá baterias eliminatórias, até a bateria que definirá o campeão por categoria.  Em breve maiores informações.

 

  • Quando?

A 3a etapa acontecerá no dia 06/10,  no Pesque Pague Campestre, em Itabirito [Como Chegar].

  • Inscrições

Para se inscrever, visite o hotsite ou vá até a loja Bike BrosO período de inscrição presencial vai de 27 de Setenbro  até 03 de outubro.

  • Apoio

A Copa MTB-BH 2013 tem o apoio de: Bike Bros, Digital Print, Micci Criativa, Krug Bier, Silque.com, Ozmo Bike Wear.

  • Circuito

Ainda será divulgado, acompanhe a seção Competições do fórum do MTB-BH.

  • Pesque Pague Campestre: paraíso do Mountain Bike

Para quem não conhece, a propriedade é um manancial de trilhas, com trechos para todos os gostos. A região do entorno também possui muitas trilhas e estradas de terra, sendo paloco de passeios e competições. Além da Copa MTB-BH, a Copa Inconfidentes também tem etapas por ali.

Abaixo alguns vídeos do Campestre.

* Guilherme Figueiredo filmando:

Veja outras tomadas feitas pelo Martuse. Detalhe: quem filma (Martuse) está numa bike  full All Mountain, e quem é seguido (Lucas) está numa MTB  “old school” dos anos 1990 (sem suspensão, freios cantilever e passadores Thumbshifter).

  • Descida das Raízes

  • Acesso para a descida do rio (2a travessia)

  • Descida do rio (2a travessia)

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

06/10 – 1º Ciclo Bazar de BH

Ciclistas e bicicleteiros estão organizando um bazar ao ar livre na capital mineira. Peças usadas, bicicletas vintages, tudo relacionada o bicicultura, cada participante está convidade a levar algo. O evento ocorrerá no dia 06 de outubro às 8 e irá até às 15h. O objetivo do evento é promover a bicicultura em Belo Horizonte, reaproveitar peças usadas e integrar a comunidade ciclistica da região. Para quem não for à Copa MTB-BH, é uma excelente oportunidade de conhecer outros ciclistas , comprar/vender e se divertir.

Acompanhe as atualizações do Evento no Facebook.

Para quem não conhece, o local apelidado de Praça do Ciclista fica em frente ao Colégio Arnaldo, na ciclovia.

bazar
facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

Fim de semana do Dia Sem Carro 2013

Está chegando mais um Dia Mundial Sem Carro. Desde 2005, ocorre uma grande pedalada em celebração à data, como parte das atividades de reflexão sobre os meios de transporte. Ainda os ciclistas demonstram que a bicicleta faz parte do trânsito de Belo Horizonte, e quem a escolhe deve ser respeitado e protegido por quem vive atrás do para-brisa. Ano a ano novas atividades surgem, e em 2013 teremos pelo menos 4 grandes pedaladas no fim de semana.  Há opções para todos os gostos e que agradarão a maioria dos ciclistas. Programe-se e participe!

#vempraruapedalar

Clique nas figuras para obter todas as informações sobre os eventos. Dependendo do horário, utilize o metrô com sua bicicleta.

20.09 – Bicicletada Especial

Bicicletada DMSC

 

21.09 – 1º Pedal Solidário “Sou Ciclista, Sou do Bem”.

Será uma forma de manifestação a respeito da mobilidade urbana em grandes cidades, em composição ao DMSC (22/09) e ao dia da Luta Nacional das Pessoas com Deficiência (21/09). Para tal foi proposto um passeio ciclístico solidário, visando a doação de itens de necessidade pessoal a uma instituição de caridade de Belo Horizonte que trata de pessoas com paralisia cerebral (Creche Tia Dolores), ao mesmo tempo levantar ações sobre o uso da bicicleta no trânsito e estimular a prática de esportes. Envolverá professores e alunos da Faculdade Anhanguera de Belo Horizonte, bem como a comunidade e grupos de ciclistas em geral.
Vamos fazer a diferença para essa instituição e as pessoas assistidas por ela. Monte sua equipe e concorra a uma bike (Caloi Terra), veja regulamento no site e no Facebook.

Local: Praça da Estação
Concentração: 9h
Final: Praça da Estação
Distância: 12km
Pedal Solidário Anhanguera
21.09 – Balada Bike Anjo

Em comemoração aos 3 anos da iniciativa nacional, os grupos de Bike Anjos pelo pais farão uma festa com transmissão ao vivo. Além de uma grande confraternização, é mais uma oportunidade de ciclistas conhhecerem outros ciclistas e pessoas que simpatizam com a bicicleta. Veja todas as  informações aqui.

Local: La Tosqueria Bar – R. Cláudio Manoel, 329 – Serra
Horário: 20h

22.09 – Ciclo Sesc

Fortalecer a imagem do ciclismo como uma prática de lazer associada à atividade física, à saúde, à qualidade de vida e incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte para visitar, conhecer e preservar o patrimônio histórico e cultural de suas cidades. O Ciclo Sesc ocorre em 16 municípios do estado. A participação é gratuita e destinada a ciclistas de todas as idades. Mediante a doação de 1 kg de alimento não perecível (exceto sal e fubá) ou 1L de leite longa vida, os participantes receberão um kit personalizado, com camisa, boné e lanche. Todos os alimentos arrecadados serão encaminhados ao Programa Mesa Brasil Sesc Minas. Os kits são limitados.

Local: Praça da Santa Tereza
Concentração: 7:30 – Distribuição de Kits, mediante 1kg de alimento
Saída: 8:30
Distância: 8km
22.09 – Pedalada do Dia Sem Carro

Uma das maiores concentrações de ciclistas que BH reúne anualmente para reivindicar mais segurança, mais respeito, mais infraestrutura para quem pedala na cidade, seja por transporte, lazer ou esporte. Apor ano, mais de 600 ciclistas são vítimas de acidentes de trânsito na capital de Minas Gerais. Na maioria das ocorrências, a imprudência de motoristas atua violentamente contra a vida. Prepare sua plaquinha, faça um cartaz e venha conosco por um percurso que “abraça” a Contorno, como forma de colocar a bicicleta em evidência. Todas as informações estão sendo atualizadas no evento do Facebook.

Local: Praça Raul Soares
Concentração: 15h
Saída: 15:30
Final: Praça da Estação
Distância: 13km
Pedal Dia Sem Carro

 

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

Desafio Intermodal 2013 – resultados iniciais

Dentro das atividades do Mês da Mobilidade, aconteceu ontem (17/09) a 7a edição do Desafio Intermodal de Belo Horizonte.

Com o objetivo de estimular a reflexão sobre as qualidades e defeitos dos meios de transporte, 14 voluntários saíram da Praça da Savassi até a PUC Coração Eucarístico, como em 2012. Os trajetos variaram de 7 a 13km, conforme as possibilidades de escolha nos modais utilizados

Veja a tabela com os resultados iniciais, classificados pelo tempo gasto no percurso:

Desafio Intermodal 2013

Clique para ampliar

Algumas observações, que também estarão no relatório que será feito e enviado à prefeitura de Belo Horizonte:

  • Mais uma vez, as deficiências no transporte coletivo de BH são evidentes. Uma pessoa caminhando chega 15min mais rápido que se vier de ônibus, no horário de Pico. A falta de pistas exclusivas de ônibus atrasa muito mais a vida de quem não escolhe ou não pode comprar um carro ou uma moto.
  • Quando a opção mais barata demora demais, o cidadão que escolher integrar ônibus com metrô (com o cartão BHBus seria R$3,55) ou mesmo caminhada até o metrô, ele ganha muito tempo, sem perder dinheiro. Deixar de guiar um veículo também tem suas vantagens.
  • Pedalar, principalmente em trechos curtos, e no horário  de pico, é a melhor opção para quem tem infraestrutura no destino (há bicicletário na PUC Minas). A mulher pedalando, em ritmo “de cruzeiro”, chegou apenas 4 min após quem veio de moto. Em parte de seu percurso há ciclovia, mas ela pegou apenas metade, visto que a ciclovia “muda de lado” da avenida, obrigando o ciclista a esperar pelo menos 3-5min em um semáforo. As avenidas que seguem o leito do rio Arrudas, que cruza a cidade de lesta a oeste, se possuissem ciclovias decentes, seriam um bom atrativo para quem escolher a bicicleta.
  • O tempo da integração Bicicleta dobrável + Metrô foi parecido com 2012, sendo que o desafiante ainda teve que deixar passar um trem devido à lotação que impediu a entrada. Como bicicletas “comuns” só são permitidas no metrô após as 20:30, é primordial que haja bicicletários nas estações, incentivando a intermodalidade.
  • Pela primeira vez tivemos um cadeirante no DI. O Alessandro, do Blog do Cadeirante, utilizou um triciclo elétrico e provou que a acessibilidade aos meios de transporte público ou individual é fator essencial para a qualidade de vida de quem vive sobre a cadeira de rodas.
  • Se em 2012 o motorista foi “penalizado” por tentar fugir de engarrafamentos por obras na Via Expressa, este ano a condição melhorou um pouco. Mesmo assim, a motorista teve que dirigir mais para encontrar uma vaga e estacionar.
  • Caminhar 7km como deslocamento usual pode não ser a melhor opção, mas está provado que caminhar como parte do percurso pode ser uma excelente alternativa. Deixar o carro mais longe, e caminhar até ele, é uma ajuda para a saúde e evita ficar preso no engarrafamento. Caminhar um pouco mais para pegar o ônibus em um ponto de onde seguirá mais rápido também. E, quando o objetivo for “colocar a academia” em dia”, caminhar 1h algumas vezes por semana (para retornar do trabalho, por exemplo) é um exercício excelente!

 

Em breve será publicado o relatório com mais reflexões sobre os resultados, e utilizando mais fatores de análise. O Desafio Intermodal 2013 teve o apoio do MTB-BH, Bike Anjo BH, BH em Ciclo, Pedal de Salto Alto, Mister Bus, Minas Roller.

Acompanhe e participe das atividade de setembro, pelo www.diamundialsemcarro.tk!

 

2013-09-17 18.47.51

Alessandro, no Triciclo adaptado.

2013-09-17 19.17.38

Alguns dos participantes do DI 2013

2013-09-17 18.57.10

Gil e sua elétrica, mais uma opção para o uso urbano da bicicleta

2013-09-17 18.48.18

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

Drift Trike

Bom dia, boa tarde, boa noite! Há algumas semanas estive por aqui fazendo um review de freios. Hoje o assunto é totalmente diferente! Vamos falar de Trikes. Mais especificamente : DRIFT TRIKES!!!

Trike, em inglês, significa triciclo, como bike significa biciclo, e Ike significa… não, não, não… para por aí!

Faz mais ou menos cinco anos que algum maluco da Nova Zelândia decidiu cortar sua BMX ao meio e adicionar à traseira de sua bike duas rodinhas de PVC com a única intenção de fazer drift em downhill, com baixo custo. A ideia deu tão certo que chegou até o nosso humilde Brasil, ao que se tem registro, em meados de 2011, início de 2012. E foi mais ou menos nessa época que esse bucéfalo que vos fala, e mais três amigos – Rafael Sabioni, Bruno Gonçalves e Victor Pires - começaram a comprar retalhos de BMX velha para montar seus carrinhos e descer as ladeiras de BH. A inspiração final veio do programa MTV Sports, que mostrava com mais detalhes como construir o brinquedo. Mãos à obra!

Para construir o Drift Trike você vai precisar da frente de uma BMX (bike aro 20″) – guidon, avanço, garfo, rodas, freios e duas pedaleiras para se apoiar os pés. Alguns tubos ou barras, solda e parafusos. Na traseira é onde a imaginação flutua. Há que use Nilon, há quem prefira PVC, até rolamentos (como os dos carrinhos de rolimã) usa-se para fazer o carrinho deslisar morro abaixo. Adiciona-se a essa estrutura um banco qualquer e pronto! Não se esqueça de usar os devidos equipamentos de proteção.

A prática do esporte  requer também um reboque morro acima (carro, moto, veículo motorizado de qualquer tipo) e uma ladeira, pouco movimentada.

Em BH e região os locais mais procurados para descer “de lado” são:

- Vale do Sereno – Nova Lima;

- Condomínio Alphaville;

- Avenida Agulhas Negras (praça do papa) – Mangabeiras.

Vídeos relacionados ao assunto:

Veja mais  em:

Red Bull – Drift Trike;

- MTV Sports;

- Esporte espetacular.

Daqui uns dias volto com um vídeo editado dos rôias citados descendo o Vale do Sereno em Nova Lima – MG.

 

Até a próxima!

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Guilherme Figueiredo

08/09 – Escola Bike Anjo: edição histórica no Parque Municipal

Belo Horizonte tem ciclistas criando atividades e colocando a bicicleta no cenário da cidade de muitas formas. Mais uma vez, um importante passo será dado para convencer o poder púbico que além das ruas, também os parques da cidade podem receber bicicletas. É um processo que visa derrubar a lei 10285/11, que proibe o uso de bicicletas nos parques da cidade, à excessão de bicicletas infantis.

Mais uma bela ação do Bike Anjo BH levará pessoas para aprender a  pedalar no Parque Municipal no domingo, 08/09, a partir das 14h.  A EBA  acontecerá numa área delimitada do parque, próximo à esquina de Alameda Ezequiel Dias com Av. dos Andradas.

Clique no e-flyer abaixo para obter mais informações deste evento, que já está na programação do Dia Sem Carro 2013.

#bhpedala e ainda vai muito mais longe.

 

EBA - Parque Municipal

 

facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

por: Vinícius Mundim Zucheratto e Figueiredo

1 - 6212345...102030...Last »